O menor camaleão do mundo

Espécie Brookesia micra cabe na ponta de um fósforo. Fotos: Frank Glaw/PlosONE/Creative Commons (via BBC Brasil)

Espécie Brookesia micra cabe na ponta de um fósforo. Fotos: Frank Glaw/PlosONE/Creative Commons (via BBC Brasil)

 

Um dos menores camaleões do mundo foi descoberto por pesquisadores em uma ilhota de calcário em Madagascar.

O minúsculo camaleão Brookesia micra tem comprimento máximo de 29 milímetros. Cientistas alemães também descobriram três novas espécies no norte da ilha.

Os pesquisadores temem que os animais corram risco de extinção, caso haja alteração no seu habitat.

A descoberta foi publicada pela revista científica PLoS ONE.

(íntegra na BBC Brasil)

91 lagartos!

Lagartos de estimação 'chocam' menino britânico com 91 filhotes ? BBC Brasil

Lagartos de estimação ‘chocam’ menino britânico com 91 filhotes – imagem: BBC Brasil

 

Ben Whitaker, da cidade de Royston, na Grã-Bretanha, vinha tentando fazer com que seus bichinhos dessem cria desde o verão deste ano.

O menino se disse surpreso ao ver que as duas fêmeas tinham chocado tantos ovos, mas afirmou que o feito extraordinário renderá restrições por parte de seus pais.

”Eu acho que minha mãe não vai mais deixar que eles tenham filhotes”, afirma Ben.

(íntegra na BBC Brasil)

Fotógrafo documenta criaturas luminosas no oceano

O fotógrafo Joshua Lambus, de 25 anos, costuma documentar minúsculos animais marinhos luminosos no Mar do Havaí durante mergulhos em águas profundas na região.

A coleção impressionante de imagens produzidas por Lambus inclui águas-vivas, polvos, lulas, camarões e diversos tipos de peixes brilhantes. Boa parte deles tem até quatro centímetros de comprimento.

Veja as imagens no site da BBC Brasil

Fóssil mostra por que lagartos sem patas não são cobras

Parentesco entre lagartos sem membros e cobras é distante.
‘Cryptolacerta hassiaca’ viveu há 47 milhões de anos.

 

Fóssil do 'Cryptolacerta hassiaca', que mostrou aos cientistas que lagartos e cobras tëm origens diferentes (Foto: Nature / Reprodução)

Fóssil do 'Cryptolacerta hassiaca', que mostrou aos cientistas que lagartos e cobras tëm origens diferentes (Foto: Nature / Reprodução)

A descoberta de um fóssil pode mudar a maneira como os cientistas entendem a evolução das cobras. Um lagarto chamado Cryptolacerta hassiaca, que viveu há cerca de 47 milhões de anos, deu a primeira evidência anatômica neste sentido.

Um estudo publicado pela revista “Nature” concluiu que as cobras e os lagartos sem membros (da subordem Anfisbena) evoluíram separadamente. (…)

Leia a íntegra da matéria no G1